O que é COE (Certificados de Operações Estruturadas) vale a pena?

Os Certificados de Operações Estruturadas (COE) prometem a segurança da renda fixa com os ganhos da renda variável. Bom demais para ser verdade?

Os COE, apresentando elementos de renda fixa, com promessas de rendimento típicos da renda variável, atraem cada vez mais interessados. Estes são os investidores de perfil mais conservador em busca de maiores ganhos, em tempos de queda da taxa Selic. Os Certificados de Operações Estruturadas, prometendo maiores retornos com a pretensa garantia de manutenção do dinheiro aplicado, flertam muito de perto com ladainhas para boi dormir. Veremos adiante em detalhe o que é o COE e se o COE vale a pena do jeito que é apregoado pelos bancos e corretoras que os vendem.

o que é coe, Certificados de Operações Estruturadas coe vale a pena

O que é COE

Os certificados de operações estruturadas são títulos emitidos por bancos para captação de recursos, assim como são os CDBs. Eles existem desde 2014 e podem ser emitidos em duas modalidades:

  1. valor nominal protegido, em que há a garantia do valor nominal do principal investido, também chamado de capital protegido, e
  2. Valor nominal em risco, em que todo o investimento pode ser perdido.

A maior parte dos COE emitidos segue a modalidade 1.

Cada COE tem o seu rendimento atrelado à performance futura de um ou mais ativos ou índices, como dólar, euro, ações ou inflação, por exemplo. Quem define as regras de um COE é o seu Banco Emissor.

Riscos de investir em COE

Ao investir em um COE, você está sujeito a três vertentes de risco:

Risco de Crédito do COE

Refere-se ao risco de crédito do emissor. Em caso de inadimplência do Banco que emitiu o COE, o investidor não recebe nada.

Risco de Liquidez do COE

Esse risco se efetiva quando o emissor perde sua capacidade de honrar compromissos.

Risco de Mercado do COE

Risco decorrente da flutuação do valor de mercado dos ativos que compõem o COE.

Vale ressaltar que o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) não protege aplicações em COE.

Características de um COE

Os COEs emitidos pelos bancos apresentam as seguintes características:

  • data de início
  • vencimento
  • valor mínimo de aporte
  • indexador
  • cenários de ganho e perda

Nos rendimentos do COE incidem imposto de renda, em alíquota decrescente, indo de 22,5% até 15%, após dois anos.

Todo COE possui um DIE (Documento de Informações Essenciais), que descreve o seu funcionamento, características, formas de pagamento e riscos associados.

Vamos ver o exemplo de um COE comercializado pela Easynvest (fev/2018).

o que é COE vale a pena?

COE Easynvest – Invista em grandes empresas americanas

Do documento de informações essenciais (DIE) do COE, retiramos as seguintes informações:

  • Banco emissor: Morgan Stanley
  • Volume mínimo de captação: R$ 2 milhões.
  • Aplicação mínima: R$ 5 mil
  • Data de início: 09-02-2018
  • Data de vencimento final: 14-02-2020, sendo possível o COE acabar em algumas das datas de vencimento intermediárias: 14-08-2018, 14-02-2019, 14-08-2019.
  • Modalidade: Valor nominal protegido
  • Cenários de ganho e perda:
Observação Data da Observação Cupom
Observação 1 13-08-2018 Entre 06,65% e 08,15%
Observação 2 13-02-2019 Entre 13,30% e 16,30%
Observação 3 13-08-2019 Entre 19,95% e 24,45%
Observação  Final 13-02-2020 Entre 26,60% e 32,60%

O COE pode acabar no momento de qualquer observação (1, 2, 3 ou Final).

O pior cenário para o investidor do COE:

  • Se houver pelo menos uma das 4 ações (Google, Disney, Xerox e CVS) em todas as datas das Observações com valor abaixo de seu valor inicial (de 09/fev). Neste caso, o investidor leva o valor que investiu, depois de 2 anos, sem nenhum tipo de reajuste.  Se você investir 10 mil, você recebe os mesmos 10 mil.

O melhor cenário para o investidor do COE:

  • Nas datas das observações 1, 2 e 3, é preciso sempre haver pelo menos uma das 4 ações com valor abaixo de seu valor inicial, de 09/fev. E, na data da Observação Final, todas as ações precisam estar acima do seu valor inicial. Neste caso, o investidor leva o valor que investiu acrescido de um cupom entre 26,6 e 32,6% do investimento, abatendo-se o IR.

Cenários de ganhos intermediários para o investidor do COE (sendo sempre necessário abater o IR):

  1. Na data de Observação 1, todas as 4 ações estão acima de seu valor inicial. Nessa situação o COE termina e o investidor leva o investimento mais um cupom entre 06 e 08% do investido.
    • Se o COE não terminar, vamos até a data de Observação 2:
  2. Na data de Observação 2, todas as 4 ações estão acima de seu valor inicial. Nessa situação o COE termina e o investidor leva o investimento mais um cupom entre 13 e 16% do investido.
    • Se o COE não terminar, vamos até a data de Observação 3:
  3. Na data de Observação 3, todas as 4 ações estão acima de seu valor inicial. Nessa situação o COE termina e o investidor leva o investimento mais um cupom entre 19 e 24% do investido.

O que precisamos fazer agora é tentar avaliar de alguma forma as probabilidades de ocorrência do melhor e pior cenário, juntamente com as probabilidades dos cenários intermediários.

De forma mais simplista, vamos considerar que num dado momento uma ação tem 50% de chances de valer mais do que ela valia na data inicial do COE e 50% de valer menos.

Com isso, vamos considerar as probabilidades de cada um dos 5 cenários acima acontecer:

  • Pior cenário, probabilidade de ocorrer:                   77,24%  
  • Cenário intermediário 1, probabilidade de acontecer:   6,25%
  • Cenário intermediário 2, probabilidade de acontecer:   5,85%
  • Cenário intermediário 3, probabilidade de acontecer:   5,49%
  • Melhor cenário, probabilidade de ocorrer:                5,14%

Ou seja, considerando a premissa de cada uma das ações ação ter 50% de chances de subir ou descer a cada momento em relação ao seu valor inicial, as chances de você sair do investimento com o mesmo valor nominal que você entrou é da ordem de 77%.

Rentabilidade do COE

A rentabilidade do COE nesse caso varia de Zero a 32,60%, podendo durar 6, 12, 18 ou 24 meses,

O que este post tenta mostrar é que será bem difícil ter alguma rentabilidade com o COE e ainda será bem mais difícil se chegar a essa rentabilidade máxima apregoada de 32,60%.

A propaganda do COE Easynvest

Na propaganda do COE da Easynvest está escrito “Invista no Google, Disney, Xerox e CVS”, mas na verdade ao investir nesse COE, no fundo você está é fazendo uma aposta para que os ativos do COE tenham um determinado comportamento em função de como o COE foi desenhado.

Nesse caso do COE sobre o qual nos debruçamos seria para torcermos para ter sempre ao menos uma das quatro empresas com seu valor de ação abaixo de seu valor inicial em 3 datas, e ainda torcer pela alta das 4 empresas, juntas, na data da observação final.  Parece mais a torcida por uma gincana.

Enfim, investir nesse COE pode ser qualquer coisa, mas não é algo tão sedutor quanto investir em empresas como Google ou Disney, como a mensagem peça de “marketing” da corretora deseja nos fazer acreditar.

Uma constante da montagem desses COE disponíveis no mercado são a presença de ações referentes a empresas como as já citadas, ou outras do porte de uma Apple, Tesla, IBM, Netflix etc.

Funcionamento do COE

O COE é uma modalidade de investimento na qual o Banco Emissor sempre ganha. O Banco “casa” operações em renda fixa e em derivativos que garantem o pagamento do investidor, bem como outros ganhos que ficam com a instituição e que também pagam as polpudas comissões dos distribuidores destes títulos.

Supondo um montante de 10 mil reais. Hoje (fev/08), ao investir esse valor no Tesouro Selic, por exemplo, você obtém uma rentabilidade líquida de 6% ao ano. Os 10 mil reais renderiam 1236 reais em dois anos. Garantir o valor nominal, neste cenário, seria equivalente a perder 12,36% de rentabilidade. Ao receber o mesmo dinheiro nominal do investimento dois anos depois, o investidor estaria pagando o custo de oportunidade.

Onde encontrar os COE

Sendo do seu interesse, e que a força esteja com você, além dos COE oferecidos pela corretora Easynvest, é possível encontrar Certificados de Operações Estruturadas de diversos outros emissores, em sites como COE do BTG Pactual, COE Itaú, COE Banco do Brasil e COE Santander.

Em se tratando de corretoras, você também encontra ofertas de COE na XP

Mais informações sobre COE você encontra no site da CETIP (Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos)

Leia também:

Renda Fixa, o que é e como investir em 2018?

Tesouro Direto, fuja do BB, Itaú e Bradesco 

Aplicativo Renda Fixa, tenha mais lucro em 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: